A chave contra o envelhecimento está nos nossos ossos?

Nosso esqueleto não é apenas um dos pilares do corpo – é um órgão vivo em si. E regula os processos corporais, tudo da memória ao apetite, e regula o metabolismo e a infertilidade.

Também pode ser a chave para se manter jovem, mostram novas pesquisas divulgadas pelo The Guardian.

Gérard Karsenty, professor e chefe do Departamento de Genética e Desenvolvimento da Columbia University Medical Center, liderou o estudo.

A osteocalcina parece ser capaz de reverter os sinais de envelhecimento no cérebro e nos músculos. O incrível é que, se você dá osteocalcina a ratos velhos, eles restauram a memória e a capacidade de treinar no mesmo nível de um rato jovem.

----

O tecido ósseo se comunica com os órgãos:


O tecido ósseo produz hormônios e proteínas que circulam na corrente sanguínea. É assim que o tecido ósseo se comunica com os outros órgãos. Um desses hormônios é precisamente a osteocalcina.

O esqueleto consiste em três tipos de tecido – tecido ósseo, tecido cartilaginoso e tecido conjuntivo.

“O esqueleto está totalmente vivo e consiste em vários tipos de células diferentes, com substância abundante de proteínas e sais entre as células. O tecido ósseo forma os ossos, todos os ossos do nosso corpo. “

A osteocalcina ajuda os músculos a melhorar a capacidade de produzir ATP, o combustível que nos ajuda a treinar. No cérebro, regula a secreção da maioria dos neurotransmissores necessários para ter memória.

Os níveis de osteocalcina são reduzidos nos seres humanos no meio da vida normal, aproximadamente ao mesmo tempo em que há uma diminuição das funções fisiológicas, como a memória e a capacidade de se exercitar, diz Karsenty ao The Guardian.

Comente