Arqueólogos descobrem ovo de galinha de 1.000 anos

Uma equipe de arqueólogos descobriu na cidade israelense de Yavne um ovo de galinha de 1.000 anos preservado quase intacto em uma vala de esgoto doméstico, informou a Autoridade de Antiguidades de Israel.

A fossa séptica é do período islâmico e os pesquisadores acreditam que a preservação do ovo em tão bom estado se deve às condições em que permaneceu por séculos, entre suaves secreções humanas.


Os cientistas consideraram a descoberta “extremamente rara” porque “mesmo hoje, os ovos raramente são guardados por muito tempo“. De vez em quando encontramos ovos velhos de avestruz, cujas cascas mais grossas os mantêm intactos”, afirmaram eles.

Restauração de ovo:


O ovo encontrado em Yavne tinha uma pequena rachadura no fundo, através da qual a maior parte de seu conteúdo havia vazado. Apenas parte da gema foi preservada, o que servirá para futuras análises de DNA. Além disso, enquanto os arqueólogos estavam removendo o ovo, a casca se quebrou. No entanto, eles conseguiram restaurá-lo completamente no laboratório.


O ovo foi encontrado em um complexo industrial construído durante o período bizantino (séculos IV-VII dC) e ao lado dele também estavam três bonecos de osso típicos do período islâmico.

Comente

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.