Asteroide poderia deixar todo mundo na Terra bilionário

Os cientistas descobriram que o asteroide Psyche 16 é composto de metais pesados cujo valor é estimado em 700 quintiliões de dólares, ou seja a pode transformar em bilionários todas as pessoas na Terra, informa o site Oil Price .

O asteroide, localizado entre Marte e Júpiter, a cerca de 750.000 milhões de quilômetros da Terra, contém metais pesados, tais como: ouro, ferro e níquel – Se suas riquezas fossem repartidas entre todos os habitantes do nosso planeta, cada um receberia um bilhão de dólares. A Nasa planeja explorar o asteroide a partir de 2022.

Asteroide enorme passa raspando na Terra e ninguém sabia

“Os ‘titãs do ouro’ que controlam as minas mais produtivas do mundo, não chegam nem perto da quantidade de metais do asteroide, disse Scott Moore, diretor executivo da EuroSun Mining.

No entanto, John Zarnecki, professor e presidente da Real Sociedade Astronômica do Reino Unido, estima que levaria cerca de 25 anos para obter uma “demonstração conceitual” sobre se é possível extrair ouro do espaço e meio século para iniciar a produção comercial. Tudo isso dependeria de dois fatores-chave: viabilidade econômica e desenvolvimento de nossa tecnologia espacial.

----

Corrida do ouro espacial:

No momento, Estados Unidos e a China já estão trabalham para conseguir minerar no espaço. A Europa e o Japão também demonstraram interesse. “Uma vez que a infraestrutura esteja configurada, as possibilidades são quase infinitas”, diz Mitch Hunter-Scullion, fundador de Asteroid Mining Company: ele completa dizendo que aqueles que aproveitarem essa “corrida de asteroides” podem ganhar “uma quantia astronômica de dinheiro”.

Scott Moore acredita que o Psyche 16 será apenas “a primeira parada nesta aventura” de exploração espacial para obter ouro, já que existem outros asteroides próximos ao nosso planeta que poderiam ser atraídos para uma órbita da qual é possível extrair vários minerais.

Além disso, a Lua abriga ouro e platina, bem como metais de terras raras, e os cientistas dizem que o satélite tem gravidade suficiente para uma atividade de mineração.

Na mesma região que o Psique 16 está localizado, tem outro pequeno asteroide de 200 metros de comprimento com uma quantidade de platina que poderia valer cerca de 30.000 milhões de dólares.

Estima-se que o mercado global de mineração de asteroides atinja 3.800 milhões de dólares em 2025, levando em conta as missões atuais e futuras, bem como o aumento dos investimentos em tecnologias para o setor, por exemplo, espaçonaves especializadas para esta atribuição. Outras previsões colocam este mercado em 2,7 trilhões de dólares para o ano de 2040.

Comente