Danakil o Lugar na Terra onde não tem vida

Embora existam evidências de que a vida microbiana em nosso planeta tenha se adaptado a condições extremas, um grupo de cientistas sugere que nenhum tipo de vida poderia prosperar em um dos ambientes mais perigosos e inóspitos da Terra, localizado no deserto de Danakil (Etiópia), de acordo com um novo estudo publicado na revista Nature.

O complexo geotérmico de Dallol parece muito colorido à distância, parecendo fazer para de outro mundo, mas na realidade, é uma área extremamente perigosa onde nuvens de gás tóxico emanam de um vulcão que fica abaixo da superfície.

Para a nova pesquisa, os especialistas coletaram um grande número de amostras em quatro áreas diferentes do complexo geotérmico entre 2016 e 2018.

----

Embora as análises iniciais mostrassem traços de bactérias e arqueias, os cientistas acreditam que essas são pistas falsas porque a maioria estava relacionada a “contaminantes de laboratório” e outras eram possivelmente bactérias introduzidas por seres humanos durante expedições e visitas turísticas ao local.

Barreiras mortais:


“Identificamos duas barreiras físico-químicas principais que impedem a vida de prosperar na presença de água líquida na Terra e, potencialmente, em outros lugares”, explicam os especialistas; ou seja a existência de água líquida na superfície de um planeta não necessariamente a possibilidade de vida.

Essas barreiras são um alto nível de magnésio capaz de destruir qualquer tipo de formação celular, um fenômeno conhecido como atividade catotrópica. Tem ainda uma combinação mortal de hiperacidez e hipersalinidade, onde adaptações moleculares simultâneas a pH muito alto e baixo são impossíveis.

Até agora, estudos no complexo térmico simplesmente revelaram a presença de microfósseis e não as formas de vida em si. Enquanto novos estudos não provarem o contrário, este continuará sendo um lugar na Terra incapaz de abrigar vida, segundo os cientistas.

Comente