Diferença entre tranquilizante e sedativo

A principal diferença entre sedativo e tranquilizante depende de suas propriedades analgésicas. Os sedativos oferecem analgesia grande, enquanto os tranquilizantes oferecem comparativamente menos analgesia.

Sedativos e tranquilizantes são drogas químicas medicamente importantes. Profissionais médicos prescrevem sedativos e tranquilizantes durante diferentes cenários médicos.

Dizem que ambos produzem um efeito calmante. Além disso, eles podem ser usados em humanos e animais. No entanto, a ingestão a longo prazo desses medicamentos pode resultar em graves danos ao sistema nervoso central.

O que é sedativo?


Sedativos são compostos químicos que também são prescritos como medicamentos. A principal tarefa de um sedativo é deprimir o sistema nervoso central. Alguns exemplos de sedativos incluem xilazina, diazepam, barbitúricos e benzodiazepínicos. Além disso, os médicos administram sedativos para humanos e animais.

Sedativos também são conhecidos como depressores. Sua principal função é diminuir a atividade do sistema nervoso central, bem como as funções do corpo.

Sedativos têm altas propriedades analgésicas e, após a sedação, um organismo se torna completamente inconsciente das ocorrências circundantes. Além disso, o organismo não mostrará nenhum movimento durante o período de sedação.

----

Assim, na maioria dos casos, os sedativos são administrados quando um indivíduo não pode ser controlado. Além disso, durante o período de sedação, o referido indivíduo (humano ou animal) não consegue se mover.

O que é Tranquilizante?


Tranquilizadores são compostos químicos que também atuam como depressores. Tranquilizadores também são produtos químicos que podem acalmar uma pessoa. No entanto, a propriedade analgésica de um tranquilizante é muito menor em comparação aos sedativos.

Tranquilizantes são de duas categorias diferentes: tranquilizantes menores e tranquilizantes principais. Os tranquilizantes menores são principalmente pílulas anti-ansiedade, enquanto os principais são administrados durante doenças mentais pesadas. Exemplos de tranquilizantes são acepromazina, reserpina e cetamina.

Resumo – Sedativo vs Tranquilizante:


Em resumo, os sedativos e tranquilizantes são substâncias químicas que podem deprimir o sistema nervoso central. São usados como drogas para acalmar os seres humanos, bem como os animais.

Assim, a administração ocorre durante várias condições mentais. Nesse sentido, os sedativos oferecem altas propriedades analgésicas. Em comparação, os tranquilizantes oferecem menos propriedades analgésicas. Além disso, os efeitos dos sedativos são maiores em comparação aos tranquilizantes.

Comente