Lista de jornalistas que recebem mesada da Assembleia Legislativa

Praticamente todos os apresentadores, jornalistas famosos o Piauí recebem dinheiro público sem prestar nenhum serviço ao povo.

A Lista está sendo divulgada pelo site O Piauiense cujo jornalista responsável vive sendo ameaçado. Vale ressalta também que o Ministério Publico, as polícias e o TCE devem achar tudo isso normal porque nada fazem para coibir esse desvio do dinheiro público.

Vale ressalta também que em vez de virem a público explicar essas mesadas da Assembleia Legislativa, esses jornalistas ameaçam quem divulga. Se o jornalista não recebe diretamente, as mulheres ou filhos recebem. Os valores pagos a esses jornalistas variam de 1. 400 a mais de 7 mil reais por mês.

Confira a lista
Comentarista política do jogo do Poder da Meio Norte, Sávia Barreto, Colunista social Péricles Mendel , apresentadora Cinthia Lages. A esposa do apresentador Ieldyson Vasconcelos, a empresária Francisca Rilmara Vasconcelos, Os filhos do apresentador Tony Trindade, Thiago Trindade, e Chrisley Trindade, que têm salário mensal de R$ 5.800 cada um. O jornalista, colunista social da TV Meio Norte, Rivanildo Feitosa. Elisabeth Sá, casada com o deputado Henrique Pires, secretaria da prefeitura de Teresina. A esposa do apresentador, Silas Freira, Káritha Ferreira Leal, também tem um contracheque na Assembleia Legislativa no valor de R$ 4.200 como Assessora Parlamentar. Lucas Pereira, que por uma ironia do destino se tornou secretário de comunicação da prefeitura de Teresina na gestão do Dr. Pessoa. Maia Veloso da Meio Norte.

A lista inclui ainda outros jornalistas, parentes, mulheres, e até amantes de políticos. Todos acham normal receber dinheiro publico sem oferecer nada , sem trabalhar para o povo. Quem quiser saber mais, visite o site O Piauiense que atualiza a lista quase que diariamente. Vale ressalta que esses dados são da Assembleia Legislativa. Para esconder os nomes dessas pessoas, a Assembleia Legislativa identifica esses supostos funcionários apenas pelo CPF.

Comente