Vírus modificado produzido na Suíça mata o câncer

Cientistas Suíços produziram um vírus modificado para a produção e transporte de vários agentes de terapia antitumoral para combater o câncer. Anticorpos, citocinas e outras substâncias necessárias para o tratamento, neste caso, são produzidos pelas próprias células cancerosas e destroem o tumor por dentro.

Imaris Snapshot

Ao contrário da quimioterapia ou radioterapia, este método, denominado ‘SHREAD’, não danifica as células saudáveis ​​normais, afirma o comunicado divulgado pela Universidade de Zurique.

A inovação pode reduzir os efeitos colaterais dos tratamentos comuns de câncer e oferece uma solução para melhorar a distribuição de drogas em outras classes de doenças, incluindo terapias relacionadas ao COVID-19, de acordo com os pesquisadores.

----

O vírus que os cientistas modificaram, “para agir como um cavalo de Troia”, é um patógeno respiratório comum, o mesmo usado em várias vacinas vetoriais contra o coronavírus em diferentes países: o adenovírus. A pós-doutoranda Sheena Smith, que desenvolveu a nova tecnologia, observou que ela consiste em enganar o tumor “e fazê-lo se matar, produzindo agentes anticâncer com suas próprias células”.

SHREAD foi testado em ratos com câncer de mama e, poucos dias após a inserção, os pesquisadores descobriram que ele produzia mais anticorpos no tumor do que quando a droga foi injetada diretamente. Ao mesmo tempo, o perigo de efeitos colaterais era significativamente menor porque seu transporte massivo através do sistema cardiovascular foi evitado.

O líder do grupo de pesquisa Andreas Pluckthun explicou: “Os agentes terapêuticos, como anticorpos ou substâncias de sinalização, geralmente ficam onde são necessários no corpo, em vez de se espalharem pela corrente sanguínea, onde podem prejudicar órgãos e tecidos saudáveis”.

Precisamente Pluckthun e sua equipe são responsáveis ​​pelas tecnologias antes projetadas para direcionar os adenovírus a partes específicas do corpo e fazê-los escapar do sistema imunológico, no qual se baseia esta nova proposta de tratamento.

Comente

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.